Provavelmente alguns dos perfis abaixo poderá ser encontrado em algum cubículo próximo ao seu local de trabalho, para ser mais preciso, no departamento de tecnologia da sua empresa. Considere este artigo como um guia da “fauna e a flora” dos profissionais de informática da sua empresa:

Perfil 1 – O terno vazio

Cargos: Gerente do departamento, analista de negócios.
Perfil: Contratado para ser uma ligação entre a gestão de alto nível e os técnicos. Atua como um intermediário durante as visitas de clientes. Decorou a maioria das siglas importantes e domina a arte de assentir conscientemente em reuniões e, em seguida, navegar pela Wikipedia para descobrir sobre o que se estava falando. Em alguns casos, pode ter um diploma ou certificado de alguma instituição online duvidosa.
Hobbies: Controlar os novatos.
Último livro lido: “O Manifesto ClueTrain”.
Maior realização: Perder propositalmente jogos de golfe para os executivos de nível C.
Traços marcantes: Imitações baratas de roupas.
Ídolo: Michael Dell.
É parecido com: Michael Scott (Steve Carrel) da série de TV “The Office”.

Perfil 2 – O assustador administrador de sistemas

Cargos: Administrador de rede, administrador de bancos de dados.
Perfil: A companhia não funciona sem ele, e ele sabe disso. Felizmente, esse profissional gosta mais de lidar com máquinas do que com pessoas, então você pode ficar tranquilo e confiante, porque ele gasta mais tempo do que o necessário para manter os sistemas ativos.
Hobbies: Ganhar certificados, escrever subrotinas de segurança para redes em código binário para proteger dados do setor.
Último livro lido: “O Livro Completo de Truques Sujos” (Get Even: The Complete Book of Dirty Tricks).
Maior realização: Manteve toda a rede refém ao se recusar a fornecer as senhas para o “Terno Vazio”.
Traços marcantes: Algemas e um macacão laranja.
Ídolo: Terry Childs (ex-administrador de redes nos EUA que ganhou notoriedade ao bloquear o acesso a uma rede em São Francisco, EUA).
É parecido com: Terry Childs.

Perfil 3 – A barricada humana

Cargos: Desenvolvedor de software, arquiteto empresarial, administrador de sistemas.
Perfil: Independente do projeto ou tarefa apresentados, a “barricada humana” sempre responde da mesma forma: não é possível. A resposta é seguida por uma lista dolorosamente detalhada de todas as razões pelas quais o projeto custará muito, terá baixo rendimento ou não poderá ser integrado no tempo necessário. E, é claro, foi uma má ideia desde o começo.
Hobbies: Reclamar.
Último livro lido: “Odeio Esse Lugar: O Guia da Vida para o Pessimista” (I Hate This Place: The Pessimist’s Guide to Life).
Maior realização: Não ter realizado nada desde 1979.
Traços marcantes: Camisa knit com gola, calça cáqui e ainda carrega uma régua de cálculo.
Ídolo: O personagem Eeyore, o burrinho do desenho animado o “Ursinho Pooh”.
Mais se parece com: O androide paranóico Marvin, de “The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy”.

Perfil 4 – O zangão irritado do suporte

Cargo: Técnico de suporte.
Perfil: Contratado para andar de mesa em mesa consertando computadores de pessoas que parecem não valer o seu tempo. Fará o que você pedir e nada a mais. Sabe mais do que você em relação a computadores (algo que ele consegue provar em todas as conversas) mas não está interessado em compartilhar informações úteis.
Hobbies: Armas, tiroteios, atos de violência aleatórios.
Último livro lido: “Qual a Cor do Seu Paraquedas?” (What Color is Your Parachute?).
Maior realização: Morte tripla jogando Halo.
Traços marcantes: Carranca permanente e tênis Nike de 1982.
Ídolo: William “D-fens” Foster (Michael Douglas) em “Um Dia de Fúria”.
Mais se parece com: Milton Waddams (Stephen Root) em “Office Space”.

Perfil 5 – O Supernerd

Cargos: Engenheiro de softwares, programador sênior.
Perfil: Inteligente, lógico e anti-social, ou, em outras palavras, o que a maioria das pessoas pensa de um profissional de TI. O Supernerd pode ser classificado como introvertido, com pensamento intuitivo e julgador de caráter. Se ele precisar se comunicar com seres de inteligência inferior (exemplo: você), prefere fazer isso por e-mail.
Hobbies: O que são essas coisas chamadas hobbies?
Último livro lido: “Código: A Linguagem Oculta de Hardware e Software de Computadores” (Code: The Hidden Language of Computer Hardware and Software).
Maior realização: Reescrever completamente e analisar cada linha do código de um sistema sem ninguém ter percebido.
Traços marcantes: Algumas vezes confunde a vida real ou digita no ar sem perceber.
Ídolo: Mr. Spock.
Mais se parece com: Dr. Sheldon Cooper (Jim Parsons), da série de TV “The Big Bang Theory”.

Perfil 6 – O fã de sistemas operacionais

Cargos: Help desk, técnico de suporte, programador.
Perfil: Há apenas um caminho verdadeiro (e, mais importante, apenas um sistema operacional verdadeiro) para essa pessoa. Todos aqueles que não acreditam nisso são tolos, cujas necessidades tecnológicas serão ignoradas. Apesar de, na maioria dos casos, associados aos produtos da Apple, algumas vezes também gostam das plataformas Windows ou até mesmo Linux. Todas as conversas terminam com justificativas sobre as razões pelas quais o sistema operacional dele é melhor.
Hobbies: Retrucar comentários de artigos online que criticam o sistema operacional de sua escolha.
Último livro lido: Nenhum; apenas lê blogs sobre o seu sistema operacional favorito.
Maior realização: Crackear o iPhone, manter-se aliado ao Windows, controlar todas as editorias da Ubuntu wiki.
Traços marcantes: Botões de orelha branca, camiseta original estilo Microsoft Bob, um pinguim empanado.
Ídolos: Steve Wozniak, Bill Gates, Linus Torvalds.
Mais se parece com: Steve Ballmer.

Perfil 7 – O promessinha

Cargos: Outbound de vendas, desenvolvedor de negócios.
Perfil: Não há nada que essa pessoa não diga para fechar um negócio. Você quer recursos que o produto original não tem? Fechado. Se precisa de algo em seis meses, o “promessinha” conseguirá em três. É claro, ele não tem que entregar nada – esse é um trabalho para os desenvolvedores. Atrasos, gastos excessivos e recursos extras serão a dor de cabeça de outra pessoa.
Hobbies: golfe, Michelob Ultra.
Último livro lido: “A Arte da Guerra” (Sun Tzu).
Maior realização: Fechar um negócio de software corporativo de milhões de dólares usando uma versão de demonstração baixada da internet.
Traços marcantes: Sorriso de vendedor de carros usados.
Ídolo: Blake (Alec Baldwin) em “O Sucesso a Qualquer Preço”.
Mais se parece com: Jack Donaghy (Alec Baldwin) em “30 Rock”.

Perfil 8 – O vulto

Cargos: Desconhecidos.
Perfil: Não é problema meu, não é meu trabalho, não é culpa minha – esse é o slogan do Vulto que, de alguma forma, consegue ocupar espaço no departamento de TI (e receber um pagamento) sem preenchê-lo. Ninguém sabe ao certo o que o Vulto faz, sempre porque ele ou ela se tornou um expert em não fazer quase nada. Com o tempo, o Vulto pode receber responsabilidades de gestões, para depois evoluir para a “barricada humana”.
Hobbies: Vender hardware não usado pela empresa no eBay durante o almoço.
Último livro lido: “Ninjutsu: A Arte da Invisibilidade” (Ninjutsu: The Art of Invisibility).
Maior realização: Tirar férias sem que o chefe percebesse.
Traços marcantes: Nenhum.
Ídolo: Sargento Schultz (John Banner) em “Hogan’s Heroes”.
Mais se parece com: Uma célula não identificada na folha de pagamento.